segunda-feira, 23 de abril de 2018

Coleção Cadernos de Folclore tem 24 volumes disponibilizados para leitura pela internet

Coleção foi digitalizada integralmente
para poder ser acessada pela internet
Foto: Paulo Amaral
Os 24 volumes da Coleção Cadernos de Folclore, publicados nos últimos 30 anos pela Fundação Cultural Cassiano Ricardo e Centro de Estudos da Cultura Popular (CECP), passaram a ser disponibilizados também pela internet. As publicações impressas continuam à disposição de interessados, para leitura, pesquisa ou empréstimo, na biblioteca do Museu do Folclore de São José dos Campos.

O acesso via internet está disponível pelo blog do CECP e site do Museu do Folclore, nos formatos e-book e PDF.

A Coleção Cadernos de Folclore é um dos projetos desenvolvidos pelo Museu do Folclore, que visa divulgar e informar resultados de pesquisas científicas ou relatos de experiências a respeito da cultura popular. O trabalho também objetiva uma melhor compreensão e valorização do homem na sua realidade social; estimula consultas, reflexões e novas pesquisas na área da cultura popular.

O primeiro volume, ‘Azeite de Mamona’, de autoria dos folcloristas Toninho Macedo e Angela Savastano, foi publicado em 1986. Até 1998 as publicações foram feitas pela Fundação Cultural Cassiano Ricardo e Comissão Municipal de Folclore. A partir de 1999, a coleção passou a ser publicada em parceria com o CECP, organização da sociedade civil responsável pela gestão do Museu do Folclore.

Neste período, 21 pesquisadores e estudiosos contribuíram com o resultado dos seus trabalhos. Além dos autores já citados, também fazem parte da coleção nomes como Américo Pellegrini Filho, Alberto T. Ikeda, Ricardo Gomes Lima, Carlos Rodrigues Brandão, J. Gerardo M. Guimarães, Cáscia Frade e Francisco Pereira da Silva (mais conhecido como Chico Triste).

Museu do Folclore de SJC
Avenida Olivo Gomes, 100 – Parque da Cidade – Santana
(12) 3924-7318 – www.museudofolclore.org

quinta-feira, 12 de abril de 2018

Moçambique Esperança, de Monteiro Lobato, é destaque do 'Museu Vivo' deste domingo (15)

Grupo Moçambique Esperança, durante manifestação
Nas festas em homenagem a São Benedito, realizadas no Vale do Paraíba, nos meses de abril e maio, sempre está presente uma das manifestações mais conhecidas entre os devotos, o Moçambique. Neste domingo (15), ele será o destaque do 'Museu Vivo' do Museu do Folclore de São José dos Campos. A atividade é aberta ao público e acontece das 14h às 17h, na área externa do museu.

Manuel dos Santos é o mestre do grupo
O grupo convidado é de Monteiro Lobato, Moçambique Esperança, comandado pelo mestre Manuel dos Santos Almeida, de 62 anos. O público poderá acompanhar a maneira como o grupo se manifesta, a música que embala os passos e os instrumentos e apetrechos utilizados pelos seus integrantes.

Sobre o grupo, Manuel conta que ele foi formado em 1997, ano em que seu pai deixou de comandar o grupo Moçambique Pedra Branca. "Eu já acompanhava meu pai e quando o grupo acabou formei outro aqui na Vila Esperança". A devoção à São Benedito e Nossa Senhora Aparecida é a principal razão dele dar continuidade ao grupo de Moçambique, mas reconhece que estar junto com os amigos lhe traz muita alegria e diversão.

Maria Luiza vai fazer doce de mamão
Na culinária, quem vai mostrar os seus saberes é a joseense Maria Luiza da Cruz, que fará doce de mamão. Maria Luiza nasceu na zona rural e mora na periferia de São José, conservando o modo de vida da sua infância, criando galinhas, usando o pilão, o fogão de lenha, receitas antigas e fazendo também todo tipo de artesanato em taquara.

O Projeto Museu Vivo acontece aos domingos à tarde e é uma das muitas atividades do Museu do Folclore, que tem sua gestão compartilhada entre a Fundação Cultural Cassiano Ricardo e o Centro de Estudos da Cultura Popular (CECP), organização da sociedade civil sem fins lucrativos.

Museu do Folclore de SJC
Av. Olivo Gomes, 100 - Parque da Cidade - Santana
(12) 3924-7318

quarta-feira, 28 de março de 2018

Museu do Folclore abre nesta quinta-feira (29) e fecha durante fim de semana prolongado

Sala Festas, da exposição, que estará aberta nesta quinta-feira
Foto: Adenir Britto
O Museu do Folclore de São José dos Campos, localizado em Santana, região norte da cidade, funcionará normalmente nesta quinta-feira (29), das 9h às 17h, nas áreas administrativa e expositiva, mas estará fechado durante a sexta, sábado e domingo (dias 30, 31 e 1º de abril). 

As visitas ao museu podem ser feitas de forma espontânea, de terça a sexta, das 9h às 17h, e aos sábados e domingos, das 14h às 17h. A visitas em grupo podem ser feitas somente de terça a sexta e devem ser agendadas, com antecedência, pelos telefones 3924-7318 ou 3924-7354.

Além da exposição permanente ‘Patrimônio Imaterial: Identidade Regional’, o museu também disponibiliza aos visitantes uma biblioteca especializada em cultura popular e uma brinquedoteca, com acervo de diferentes brinquedos de artistas populares de várias partes do Brasil.

Na biblioteca, os livros estão à disposição para empréstimos e consultas no local ou via internet (24 volumes da Coleção Cadernos de Folclore), pelo site do Museu do Folclore (www.museudofolclore.org).

Museu do Folclore de SJC
Av. Olivo Gomes, 100 – Parque da Cidade – Santana

(12) 3924-7318